Trabalhos de alunos de Engenharia da Unisanta se destacam entre 12 mil chips produzidos em Toulouse, na França


Projeto Toulouse (2014)Duas duplas de alunos de Engenharia da Universidade Santa Cecília (Unisanta) que participaram de intercâmbio em Toulouse, na França, conquistaram, em junho de 2014, a 3ª e 6ª colocação no quadro de classificação geral de desempenho do Atelier Interuniversitaire de Micro-nano Électronique (AIME), entre os12 mil chips produzidos no local, em mais de 20 anos de história. Os estudantes tiveram seus trabalhos elogiados como excepcionais pelos pesquisadores, professores e técnicos do instituto de microeletrônica.

Projeto Toulouse (2014)Esta não é a primeira vez que os intercambistas da Unisanta se destacam entre os primeiros colocados do AIME. O grupo de 2013, por exemplo, também registrou sua performance entre as primeiras colocações da classificação geral, com o 4ª lugar.

A Unisanta é única universidade da América Latina credenciada para realizar este intercâmbio. Também participam o Instituto Nacional Politécnico de Toulouse, Instituto Nacional de Ciências Aplicadas de Toulouse, a Universidade Paul Sabatier (Toulouse III), além de outras instituições de ensino da França (Albi, Bordeaux, Limoges, Marselha, Montpellier, Tours) e da Espanha (Bilbao e Tarragona).

Projeto Toulouse (2014)Desde 1995, mais de duzentos alunos da Unisanta já participaram do intercâmbio com Toulouse, onde os estudantes constroem circuitos integrados (chips), passando por todas as etapas do processo de fabricação. Após o estágio, muitos são selecionados para o programa de Iniciação Científica da Escola Politécnica da USP, além de outras renomadas instituição públicas do País. Muitos já concluíram mestrado e até doutorado.

Projeto Toulouse (2014)Em 2014 participam os seguintes alunos de Engenharia: Ive Bianca Moraes Carneiro e Letícia Nunes Coelho Sartori (3º lugar); Bruno Fernandes Estevão e Osvaldo Guilherme Gomes de Vecchi (6º lugar), além de Camila Pinho Favaretto Alves, Eliany Cristina Marques Costa, Janaina Simoes Lucena, Lucas dos Santos Celestino, Rafael Martins Malaquim, Rodrigo Reis Carossi, Thiago Verissimo dos Santos e Williamson Guttemberg Guimaraes da Silva. E dos professores Djalmir Correa Mendes (supervisão) e Walkiria Reche da Silva.

Para participar, os alunos têm aulas teóricas, extracurriculares, durante oito meses, a cargo do professor Mendes, responsável da Universidade pelo projeto Toulouse. De acordo com o professor “essa é uma oportunidade única para os alunos de graduação se especializarem na fabricação de circuitos integrados, pois, no Brasil, há curso semelhante apenas em pós-graduação.”