Alunos de Engenharia de Computação constroem software para esteira que serve bebidas


A esteira está passando na sua frente, com duas bombas que oferecem líquidos de vários tipos. Você escolhe a bebida ou a função mistura, e enche o copo. Para isso, alunos do primeiro ano de Engenharia de Computação da Universidade Santa Cecília (Unisanta) criaram um software que eles chamaram de “esteira doida”, apresentado como Trabalho de Conclusão do Semestre.

Utilizando-se de um sensor baseado em um LDR (Light Dependent Resistor), a esteira permite que, quando o copo corta o LDR correspondente ao(s) líquido(s) escolhido(s), o copo pára automaticamente, enchendo-o com a medida desejada e prosseguindo o sistema até cortar o último LDR, indicando o fim do processo.

Os materiais utilizados para a construção da esteira foram: uma estrutura de ferro de 120cmX25cm; duas polias de teflon de 12cm de diâmetro; uma esteira de borracha; suportes em alumínio; bicos cromados; parafusos e porcas de inox. Para construção dos controladores e acionadores, foram usados: uma estrutura de ferro de 50cmx25cm; um drive de controle de motor de passo; três circuitos de presença; dois circuitos de acionamento de 12v, através de relê e um transistor; e uma fonte ATX. Foram utilizados dois motores de pára-brisa de carro 12v; e um motor de passo unipolar 12v 5,8kgf.

Rafael Costa, José Emílio, Luiz Carlos, Camila Pinheiro, Carlos Henrique e Emanuella Cristine são os alunos responsáveis pelo projeto.